GASTOS ADMINISTRATIVOS COM A OPERAÇÃO DE LIBRA NÃO CONTARÃO COMO CL
17 de dezembro de 2013
As despesas administrativas com a operação dos blocos leiloados a partir do segundo semestre deste ano não poderão ser contabilizadas como conteúdo local. A mudança nas regras, prevista na Resolução ANP nº 19/2013, sobre certificação de conteúdo local, atinge, por exemplo, as despesas com o mega campo de Libra. De acordo com a resolução, que substituiu a Resolução ANP 36/2007, em junho, os gastos de natureza administrativa em áreas como contabilidade, tesouraria, recursos humanos, jurídico e financeiro não serão passíveis de certificação e apropriação de conteúdo local. Antes, essas despesas podiam ser lançadas como custo local das operadoras.

Administrative expenses with Libra’s operation will not be considered as local content The administrative expenses with the operation of the blocks awarded after the second semester of 2013 cannot be considered for local content purposes. The amendment made in the applicable rules by ANP’s Ordinance No. 19/2013, regarding the local content, reaches the expenses with Libra’s field. According to the ordinance, which replaced ANP’s Ordinance No. 36/2007, the administrative expenses in areas such as accounting, treasury, human resources and legal and financial departments, shall not be certificate and appropriated as local content. Before the modification, such expenses could be considered as operators local cost.